terça-feira, 23 de agosto de 2016

Relato de FIV: Preparo do endométrio, transferência e repouso.




Bom dia, meninas!

Obrigada pelos comentários e apoio no post anterior! É muito bom saber que tem tanta gente torcendo por nós ^^

Bom, depois do último post, voltei ao médico para acompanhar o endométrio. Infelizmente ele ainda não havia atingido o tamanho ideal que a clínica emprega, 8mm, estava com 7.2mm... Aumentamos a Primogyna para 6h/6h por mais uma semana e depois reavaliaríamos.
Devo confessar que fiquei muito decepcionada... No ciclo natural que eu acompanhei, meu endométrio tinha atingido 13mm facilmente, como que com todo o hormônio ele ainda não estava bom?!?! Tentei me apegar ao fato de que antes ele ficava grosso mas não por igual, e que dessa vez ele estava homogêneo e foi muito elogiado pelas médicas. Melhor crescer devagar mas com qualidade, certo?

Dá-lhe primogyna por mais uma semana e voltamos ao médico. Endométrio com 8.4, viva!!
ZILHÕES de recomendações, pedidosde remédios, informações sobre jejum, etc etc etc... Saí de lá com os olhos virando de tanta coisa.
Fui direto pesquisar o preço dos remédios: Utragestan, Meticorten, Cefalexina, mais primogyna... E já saí do médico com a data marcada (16/08) e o pedido do beta pra dia 29/08... Nessa hora eu tremi na base. Meu primeiro pedido de beta! Que emoção!

A partir do dia seguinte eu já comecei o Utragestan, o antibiótico e o corticóide além de continuar com as vitaminas e a primogyna.

Terça-feira chegou e eu amanheci MUITO ansiosa. Estava super preocupada com o descongelamento dos embriões, em me lembrar de tudo, com o procedimento em si... Mil coisas na cabeça.
Chegamos na clínica e estava super cheia. Acabou atrasando quase uma hora e eu não tinha nem mais unhas pra roer.

A embriologista chamou a gente e disse que o descongelamento havia sido um sucesso e os nossos dois embriões continuavam lindos e perfeitos! Pedi pra ela uma imagem deles e ela me mandou por e-mail.


                                                       
                                                      Meus bebês! Não são adoráveis?! 😂
Me levaram pro centro cirúrgico e me prepararam para a transferência. Eu estava muito ansiosa e morrendo de medo do procedimento. No final das contas foi super tranquilo, nem acreditei! Não dói nadinha, deu pra ver tudo no ultrassom e eles disseram que foi uma transferência perfeita!

Voltamos pra casa e passei o dia deitada, levantando só pra ir no banheiro. No dia seguinte fiquei deitada até a hora do almoço e depois fui trabalhar.

"Mas e o repouso?!?!?!" - Gente, não existe embasamento científico para justificar o repouso após a transferência. Acreditem ou não, o repouso não influencia em nada na chance de gravidez, segundo artigos científicos da área e além disso o repouso absoluto após a transferência tem um viés negativo, já que aumenta o grau de stress e ansiedade. LÓGICO que você não vai correr uma maratona e nem tentar o Kama sutra depois da transferência, né? Eu tenho andado pouco, não subo escada, não pego peso... Mas de resto, vida normal. O importante é você saber Oq vai ser bom pro seu perfil: se ficar de repouso vai e trazer tranquilidade e paz de espírito, vai fundo! Se você só vai ficar ansiosa e cheia de caraminhola, não faça repouso e só pegue leve 😉

Quanto à alimentação, depois da TEC comecei a comer abacaxi de manhã. Também estou caprichando na gelatina, ovo, proteínas, reduzi os carboidratos, também estou tomando yakult e comendo physalis. Também estou tomando bastante água, água de coco e gatorade.

Hoje estamos no D7 pós transferência e a ansiedade está apertando por aqui. Muito medo de não dar certo, de ter que fazer tudo novamente. Um desejo inimaginável de ver a tão sonhado segunda listrinha no teste de gravidez... Mas ainda está cedo, precisamos esperar. Vamos ver até quando vamos conseguir! Hehehehe

Beijos a todas e obrigada por me acompanharem nessa jornada!


quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Relato de FIV - Indução, punção e preparo para a TEC

Continuando na saga da FIV, iniciamos a indução logo após o preparo endometrial.

Fiz a primeira US no dia 03/06, 2o dia do ciclo. Tudo certinho, iniciei a medicação no dia seguinte: Gonal-F, 150 ui. A primeira auto-aplicação foi um desastre. Fiquei tonta, a pressão caiu, passei mal. Do dia seguinte em diante o aplicador oficial foi o Thiago!

Continuei com o Gonal até dia 09/06, quando fizemos a primeira US de acompanhamento. Foram identificados inúmeros folículos e constatado o risco de hiperestímulo.
A partir do dia seguinte reduzi a dose do Gonal para 112,5 ui e comecei a ingerir Gatorade, água de coco e proteínas. No sábado, dia 11/06, iniciamos o medicamento para bloquear a ovulação espontânea: Cetrotide. Aplicamos o Gonal pela manhã e o Cetrotide de noite, conforme indicado pelo médico.
Nessa fase eu senti muito inchaço, cólicas, dores de cabeça e tonturas. Nada insuportável mas o desconforto foi muito grande.

No dia 14/06 aplicamos o Cetrotide pela manhã e duas ampolas de Gonapeptyl Daily de noite. Esse foi o pior dia de aplicação, o Cetrotide já era bem dolorido e o Gonapeptyl foi muito pior. Por causa do horário de aplicação, Thiago teve que me encontrar no trabalho com o medicamento e me aplicar lá mesmo, o que só me deixou mais tensa.

No dia 16/06 fizemos a coleta dos óvulos. Dei graças a Deus pois já estava até com dificuldade de andar, de tão inchada. Procedimento muito parecido com o preparo, dormi logo e etc... Só que dessa vez eu acordei com MUITA dor. Acordei com o meu próprio choro, pra vocês terem noção. A enfermeira chamou o anestesista, que veio correndo aplicar um remédio pra dor no meu soro. Também me trouxeram uma bolsa de gelo, que ajudou bastante na dor.
Me levaram pro quarto, onde encontrei com o Thiago, que já tinha feito a coleta dele. Logo veio o embriologista conversar com a gente, disse que havíamos conseguido 24 óvulos!!! Ele me apresentou a possibilidade de doar uma parte desses óvulos, e eu fiquei muito feliz em fazê-lo e ajudar mais uma família a realizar esse sonho =)

O exame do Thiago havia sido muito melhor também (provavelmnete graças às vitaminas e à maca peruana!) e o embriologista disse que nossas chances seriam ótimas.

Fiquei mais um tempo no quarto, me trouxeram café da manhã e as médicas vieram me dizer que tudo havia sido tranquilo, sem intercorrências, e me aconselharam a continuar com o gatorade, a água de coco e as proteínas, para que eu não tivesse acúmulo de líquido por causa do hiperestímulo.
Foi por causa dele também que não pudemos fazer a transferência a fresco e tivemos que esperar tudo voltar ao normal para andar com a TEC.

No final, tínhamos 20 óvulos, dos quais doei metade. Dos nossos 10, 6 fertilizaram mas dois pararam de se desenvolver no processo. Nossos outros 4 embriões foram congelados no D3, todos qualidade A. Congelamos em duas paletas: o de 9 células com o  de 6 células; e o de 8 células com o de 7 células.

Minha primeira menstruação veio 5 dias após o procedimento. Deveríamos aguardar a segunda menstruação para iniciar a preparação para TEC. Minha segunda menstruação atrasou um pouco (lógico, né? ¬¬) e só veio no dia 22/07. Fizemos a US no dia 23, para ter certeza de que tudo havia voltado ao tamanho normal e exame de sangue para checar os níveis hormonais, que estavam ótimos. No próprio dia 23 iniciamos a preparação, com Primogyna 2mg, a cada 12h. A partir de 02/08 a dose foi aumentada para a cada 8h temos um ultrassom marcado pra Sexta, 05/08. Se o endométrio estiver com pelo menos 7mm, já entraremos com a progesterona e provavelmente faremos a TEC por volta do dia 08/08.
Depois que comecei o uso do Primogyna, tenho sentido tonturas, bastante enjôo, muito muco clara de ovo, e uma sensação estranha na cabeça, como se eu não conseguisse aprofundar muito os meus pensamentos xD

Mas não importa, estamos mais perto do que nunca e eu encaro qualquer coisa pra chegar lá!

Desculpem o post enorme mas é que foram muuuuitas coisas pra descrever! Fiquem à vontade para me perguntar o que quiserem e tiverem curiosidade!

Espero voltar para contar sobre a US e a data da TEC! Torçam por mim!

Beijos a todas!

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Relato de FIV (Fertilização in Vitro) - Vídeo Histeroscopia e Preparo Endometrial (Injúria)

Bom dia, meninas!

Como vocês estão?

Finalmente vim contar pra vocês como está sendo o processo da nossa FIV. Apesar de nos trazer grandes esperanças, não é uma coisa simples e são muitas emoções pra lidar... Não andava com muita vontade de escrever a respeito. Resolvi aproveitar que hoje estou mais inspirada e contar pra vocês como foi o começo do processo.

Bom, como comentei no último post, o médico solicitou que eu fizesse uma vídeo histeroscopia com biópsia de endométrio pra se certificar de que estaria tudo certo com o forninho. Como eu teria que casar a época do ciclo (preferencialmente um pouco após a ovulação) com a agenda do médico, só consegui marcar pra mais de um mês depois, dia 30/04.
Chegamos no hospital no dia 30 bem cedinho e antes das 7h já haviam feito a minha internação. Me levaram pra sala de cirurgia e eu estava profundamente nervosa. Especialmente pq me deixaram lá esperando uma eternidade... Não sei ao certo o porquê, mas esperei deitada na maca, já com o soro ligado, um tempão. Lógico que isso só fez me deixar mais e mais ansiosa... Tudo que eu queria era tomar logo a anestesia e dormir.

Finalmente o médico chegou e o anestesista veio junto. Tomei a anestesia e, para a minha surpresa, não dormi! Exatamente, continuei completamente acordada e consciente pois a anestesia foi a raquidiana, a mesma que muitas mulheres tomam para fazer a cesariana. Fiquei frustradíssima, estava doida pra apagar e só acordar quando já estivesse no quarto xD
A parte boa foi que o médico foi me mostrando e explicando tudo. Aparentemente tudo ok, o procedimento foi bem rápido e me levaram para o quarto.

Eu estava morrendo de sede, mas me disseram que eu só poderia beber água quando já estivesse conseguindo mexer as pernas T___T
Não demorou muito a acontecer e logo me trouxeram água, suco e almoço. Eu só não contava com os efeitos da anestesia... Toda vez que inclinavam o encosto da minha cama, eu ficava completamente enjoada e tonta... Tivemos que ir bem aos poucos, não foi nada legal. Depois de alguns minutos nesse vai e volta, consegui sentar e comer. Estava morrendo de fome.

Aos poucos as pernas foram voltando, com aquela mesma sensação de formigamento de quando a gente senta em cima delas por muito tempo. Fazia bastante cócegas e eu comecei a sentir uma dor muito forte no abdome. Depois de tentar mudar de posição várias vezes e a dor continuar, me perguntei se não seria vontade de fazer xixi, afinal, já tinham sido milhares de saquinhos de soro e eu não ia ao banheiro desde as 6 da manhã. Infelizmente não consegui ficar de pé pra ir ao banheiro e precisaram me trazer uma comadre... Fiquei imaginando essa situação num contexto de pós parto, deve ser desesperador.

Ficamos no hospital até mais ou menos 16h, quando eu já conseguia ficar de pé e ir ao banheiro tranquilamente.

Tive que tomar antibiótico e remédio pra dor e fiquei com um pequeno sangramento por alguns dias. Esse sangramento já emendou com a minha menstruação e partimos para a segunda fase: o preparo do endométrio!

Levei o laudo da histeroscopia para o meu médico e o resultado da biópsia. Aparentemente meu endométrio não havia se desenvolvido em todas as partes do útero, mas tratamos isso com uma cartela de AC que iniciei logo que saí da consulta. no 20o dia do AC, voltei ao consultório pra uma US e já marcamos o preparo para o dia seguinte: 31/05.

Novamente fiz jejum e acordamos cedinho. Me internei na clínica às 7h, conversei com o anestesista e lá fomos nós. Dessa vez eu dormi, graças a Deus! xD
Soninho maravilhoso e profundo esse. Acordei falando com as enfermeiras sobre cachorros, sabe Deus o que eu falei antes de estar consciente xD

Me levaram pro quarto e eu fiquei lá até tomar café e o médico vir conversar comigo. O procedimento foi tranquilo e agora deveríamos esperar a próxima menstruação pra poder iniciar a indução.

A menstruação veio 3 dias depois, à jato! xD

No próximo post conto como foi a indução e a punção dos óvulos ;D

Beijinhos a todas! =***


domingo, 1 de maio de 2016

E foi dada a largada... Mais uma vez

Boa noite, meninas!

Acho que ninguém mais vem aqui, mas decidi não deixar meu cantinho completamento de lado. 

Bom, como eu esperava, fomos encaminhados para a FIV mesmo. Já fizemos todos os 927165372929 exames adicionais que o médico pediu e ontem passei pela vídeo histeroscopia (posso contar como foi, se vocês quiserem). Eu achava que conseguiríamos pegar o próximo ciclo pra FIV mas aparentemente demoraremos mais um, já que o resultado da biópsia do endometrio só deve sair daqui a duas semanas, mesmo o médico dizendo que estava tudo perfeito e sem sinais de endometrite.

Mais uma vez foi dada a largada... E mais uma vez estamos no terrível limbo da espera.

Bom, não tem mesmo opção, não é?

Vamos fazer as limonadas com os limões que a vida dá!

Beijos a todas!

sexta-feira, 11 de março de 2016

Voltando do submundo... Ou não?

Olá meninas!

Deixei tudo de lado, eu sei...
Não tenho reagido bem a essa fase, cansei de tudo dando errado e de tantas decepções de uma vez só.

Simplesmente cansei. Chega de sofrimento. Já estou pronta pra fase boa começar.

Depois da minha ultima postagem, muitas coisas aconteceram, mas vou fazer um resumo: refizemos o espermograma, o resultado continuou o mesmo (quantidade 2.800.00; 0% rápidos (A), 25% lentos (B), 15% erráticos (C) e 65% imóveis (D); morfologia 9% e vitalidade 88%). Fizemos todos os exames de sangue e hormonais e tudo normal. Fomos a um especialista que sugeriu um ultrassom, que identificou uma varicocele leve a moderada e exames genéticos (cariótipo e microdeleção do cromossomo Y) e tudo normal também. 
Voltaremos ao médico especialista na semana que vem e vamos discutir as possibilidades... Por se tratar de ISCA (infertilidade sem causa aparente) acredito que seremos encaminhados pra FIV.
Tenho sentimentos conflitantes a esse respeito, mas faremos o que for preciso.

Tenho postado com mais frequência no Instagram, @dosonhoaespera! Por lá é mais fácil de se atualizar 😉

Espero que estejam todas bem!

Beijinhos 

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

A consulta

Fomos à consulta e, apesar da 1h e tanta de atraso, Thiago gostou do médico. Fiquei surpresa pois a consulta dele não demorou 10 minutos, em comparação aos 15 ou 20 de todos os pacientes anteriores.

Saindo de lá, ele me explicou, todo feliz, que o problema não era varicocele... E aí entra o "interessante" da história: o médico disse que ele deveria repetir o espermograma, pediu um bem detalhado, a ser feito em uma clínica de fertilidade. Segundo ele, essas coisas são muito variáveis, e eles só discutiriam possibilidades depois de o segundo exame estar em mãos. Thiago ficou aliviadíssimo por não precisar fazer cirurgia. Eu, por outro lado... Não sei bem o que preferia.

Segundo as minhas pesquisas, existem três causas tratáveis para um espermograma como o dele: varicocele, disfunções hormonais e inflamações. Temos que rezar pra que o próximo espermograma seja normal, ou para que o problema seja um dos que têm tratamento... Do contrário, é FIV na certa.




 Não sei bem como estou me sentindo agora... Estou meio anestesiada.


Ele vai repetir o exame na sexta, mas não estou com bons sentimentos com relação a isso.


Por quê? Por quê?...


Eu jamais imaginei que pedir uma família, seria pedir demais.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

O dia da consulta

Hoje é o dia da consulta do Thiago. Sei que estou bastante nervosa, mas só Deus sabe como ele está... Tadinho, ele fica muito tenso com a situação.
Apesar de imaginar que não teremos nenhuma posição hoje, para alívio do meu coração, eu queria que tivéssemos pelo menos uma perspectiva... Quais serão as nossas chances reais? Será que continuarão no "remotas"? Será que conseguiremos um tratamento eficiente?
Eu sei que temos muitas outras alternativas e estaríamos dispostos a elas, independente de qualquer coisa. Mas seria tão bom se conseguíssemos conceber naturalmente, como era pra ser...
Estou apreensiva. Tenho medo de não ser algo tratável e de termos que ir direto pra FIV. Só quem passa por uma pra saber todo o stress físico, emocional e financeiro. Vale à pena no final, com toda certeza, mas mesmo assim.
Bom, ficar aqui sofrendo por antecipação e imaginando não vai me ajudar em nada. Vou me concentrar aqui no trabalho que assim o tempo passa mais rápido.
Em breve estarei de volta com notícias!